sábado, 23 de setembro de 2017

23 DE SETEMBRO ACABOU E... APARENTEMENTE NADA ACONTECEU...


Sim, nada aconteceu, e não estou feliz com isso...
Mas se você me conhece por acompanhar o que escrevo aqui, sabe que sou alguém que ama a vinda do Senhor, e que em todo o tempo, diante de tantas notícias dia a dia, acompanho os “Sinais da Sua Vinda” e, sim, digo Maranata! Vem Senhor Jesus...
Mas sinceramente, no fundo do coração, sabia que não seria hoje.
E digo isso não como aqueles “comentaristas do fato consumado” que falam com convicção sobre o que já aconteceu, e explicam o que deveria ter sido feito em não o foi, o que é mesmo muito fácil...
Mas quem convive comigo e me perguntava sobre este dia 23 de setembro, sabe que eu dizia que não cria que aconteceria nada. Na verdade, diante de tantas pessoas falando tanta coisa com tanta convicção até cheguei a me sentir culpado. 
Afinal, eu “deveria estar sentindo alguma coisa”! Só que não...
Cheguei a ficar até mesmo com a sensação de que eu estava com algum problema espiritual por nnão estar sentindo nada. 
Cheguei a compartilhar sobre o que as pessoas estavam publicando em minhas reuniões de quinta feira aqui na igreja sobre os “Sinais da Sua Vinda”. 
Cheguei até mesmo a convidar as pessoas da igreja a orar e estar bem com Deus, mas não fiz nenhum estudo explícito baseado em Apocalipse 12 e astronomia para apresentar por aqui.
E também, veja que é tão claro que eu não cria nisso que não escrevi absolutamente nada aqui no blog... e poderia ter escrito, porque o fiz sobre a data de 23 de setembro mas em 2015, dizendo, naquele momento, que o mundo não ia acabar, porque tinha muita coisa estranha sendo dita naquela época também... Interessante como esta data persiste, não?
Porque inegável que Hollywood trabalhou muito esta data em diversos filmes. Já fez sua pesquisa?
E se tiver curiosidade em saber o que pensávamos e discutíamos naquele ano de 2015, veja o meu post clicando aqui, ou na barra do lado, à direita...
E a coisa estava tão séria quanto a esta data, que este post se tornou o sétimo mais lido na história aqui do blog, e veja que escrevo aqui desde 2010!
Assim, pensando no blog, seria até muito conveniente para mim escrever algo nestes dias e atrair muito tráfego para cá, mas preferi estar em paz comigo mesmo... e não o fiz!
Mas sim, como você pode ver pelo que escrevo ao longo de anos, eu creio sim, que algum corpo celeste vai passar em algum ponto no espaço e afetará dramaticamente o nosso planeta, combinando, penso, com o que Jesus disse: “os poderes dos céus serão abalados”. (Lucas 21:26). Sim, o efeito magnético desta "suposta" passagem deste tal corpo celeste afetaria terrivelmente as marés, a geologia, o clima, os vulcões... Como penso, aliás, que já está fazendo...
Mas não, não vai bater na terra. Nenhum planeta vai se chocar com a terra. Nunca!
O que vai acontecer, é que um asteroide chamado Absinto, este sim, cairá aqui causando grande destruição como lemos em Apocalipse 8:10-11. Talvez até mesmo possamos pensar que o que acontece no fim do capítulo 6 de Apocalipse e início do capítulo 8 seja exatamente o efeito desta passagem deste corpo celeste. Eu, pessoalmente, creio que sim.
E sim, creio que este ano de 2017 foi um ano de profundas transformações, como escrevi que cria que seria, e registrei neste post que se tornou meu segundo mais lido desde o início deste espaço!
Apenas neste mês de setembro vimos coisas espantosas acontecerem, em especial nos Estados Unidos que tem maior cobertura de mídia para suas tragédias... mas aconteceram diversas coisas impressionantes, como o recuo do mar aqui no Brasil, a tragédia do Caribe, as inundações na ásia e mesmo na Europa, todas elas menos divulgadas em nossa mídia...
E veja que os furacões José e a Maria ainda não resolveram, realmente, o que vão fazer da vida...
Até mesmo no Brasil nestes últimos três dias tivemos terremotos, embora ainda, graças a Deus, com pouco impacto, mas ainda assim, tivemos alguns por aqui!
E eu também creio que estamos vendo transformações importantes em curso que desembocarão em outras maiores em 2018 como posso pensar, por exemplo, acerca do sistema financeiro mundial como escrevi aqui poucos dias atrás.
E veja que, talvez, ainda não saibamos tudo o que aconteceu nos bastidores da Assembléia da ONU desta semana, acerca, por exemplo, da questão de Israel, e, mais especificamente, Jerusalém... 
Teria sido celebrado algum acordo de sete anos entre nações, que ainda não saibamos?
Isso tudo sem falar nas ameaças do coreano, no descontrole (proposital e teatral?) do Trump e agora, até mesmo, tivemos o teste de míssil do Irã! Ou seja, coreanos e iranianos, incontroláveis (propositadamente?) podem subitamente causar uma tragédia global. Uma "súbita destruição"?
Bem, há mesmo muita coisa diante de nós... mas não marcaria data ainda. 
Digo "ainda", porque creio que sim, quando chegar mesmo O Dia, saberemos a data pouco antes... talvez, sete dias antes, como Noé soube ao entrar na arca antes do dilúvio. Sim... sete dias! Será?
Mas não, não critico os que marcaram a data deste 23 de setembro de 2017 baseados na interpretação astronômica de Apocalipse 12... Porque, creio, esta não é a última vez que esse sinal aconteceria, se é que é mesmo esta a correta interpretação do texto, embora pareça ser. E porque, creio, Jesus pode voltar em uma Festa de Trombetas, que sempre será perto desta data...
Mas lembre-se que existem outras estrelas na constelação de Regulos, na cabeça de virgem, que aliás, se veste do sol e põe os seus pés sobre a lua todos os anos nesta época... A questão poderia ser, talvez, se fazer um "corte" outro na magnitude das estrelas para escolhidas como as mais brilhantes, para chegarmos mais perto das 12. Mas podemos também, em algum ano próximo, ter três asteroides passando juntos naquela exata posição, para completar as tais 12 estrelas na cabeça da Virgem. Ou ainda, alguma outra estrela pode sofrer uma mudança inexplicável e ter alterada a sua magnitude, e ficar mais visível, completando a coroa. 
Afinal, O Senhor reina e SE Ele está realmente falando a nós através desta manifestação astronômica, Ele não terá a menor dificuldade em fazer aparecer outros três pontos brilhando em tal magnitude...
Aliás, em 2011, quando da passagem do cometa Elenin, e veja que naquele ano eu já estava acompanhando isso, a mesma coisa foi dita acerca do cumprimento da figura de Apocalipse 12. 
Só que naquela época, diziam, algo como que havia 11 estrelas na cabeça da virgem e Elenin em sua passagem seria a 12ª! E, confesso, naquela vez eu embarquei...
Mas voltando, sim,  acho muito importante que os que estudam, apontem aos demais que estamos absurdamente próximos à vinda de Jesus para buscar os Seus... não ainda para Sua volta!
Mas minha preocupação não é com estes que estudam, mas com aqueles que possam se sentir decepcionados porque nada aconteceu agora, porque acreditaram que algo aconteceria, e até falaram demais com amigos que era agora, que era seguro, bíblico e tal... e podem até estar com vergonha!
Não! Nunca foi uma data bíblica precisa, e não foi nada que Deus falou e não se cumpriu. Não!
Digo isso porque NUNCA nada do que Deus diga corre o risco de não se cumprir. Jamais!
O que vimos foi apenas um exercício humano de análise de datas e astronomia, conjunturas, com muita gente séria e de boa fé se posicionando até com certa ousadia, porque tinham convicção que estavam corretos, com tantas coisas aparentemente encaixando, mas, não, não foi Deus quem falou.
Mas isso não muda o fato que, sim, em breve, muito breve, este Dia chegará!
E da mesma maneira que, talvez muitos se santificaram a mais nesta semana, pelo temor da data, que o façam sempre. Todos os dias, até aquele Dia.
Que não venha ainda mais apostasia na vida de tantos que se frustraram.
Que não se esfrie o amor daqueles que vão ficar com vergonha de encarar amigos.
Que satanás não tome vantagem no coração dos que se decepcionaram.
Porque aquele Dia virá! E a Bíblia registra o que Deus nos diz em Oséias 6:3:

“Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra”.

Sim, Sua vinda é certa! 
Leia ainda o ensino de Paulo em I Tessalonicenses 5:4-11:

“Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse Dia como ladrão vos apanhe de surpresa; porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas. Assim, pois, não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios. Ora, os que dormem, dormem de noite, e os que se embriagam é de noite que se embriagam. Nós, porém, que somos do dia, sejamos sóbrios, revestindo-nos da couraça da fé e do amor e tomando como capacete a esperança da salvação; porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação mediante nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos em união com ele. Consolai-vos, pois, uns aos outros e edificai-vos reciprocamente, como também estais fazendo”.

Sim, porque somos do dia, saberemos!
Mas sim, sabemos que, talvez, escarnecedores vão se levantar, zombando de tanta mídia cristã e postagens nas redes sociais sobre esta data que não se cumpriu. E sem saber, cumprirão ainda mais, e precisamente, a Palavra do Senhor sobre sua vinda, conforme lemos em II Pedro 3:3-4 e 9:

“... tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação”.
“Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento”

Recomendo a leitura do capítulo inteiro.
Mas sim, Jesus virá! E como vimos, virá como um ladrão a noite para os que não estão preparados.
Mas nós que observamos o que acontece a nossa volta, sabemos que está próximo, mesmo às portas, porque vemos os sinais!
Você consegue ver... não é?
Maranata! Vem Senhor Jesus!

Deus abençoe!


Haroldo Maranhão

terça-feira, 12 de setembro de 2017

O FIM DO DINHEIRO EM 2018?



Um dos textos mais conhecidos acerca dos últimos dias é Apocalipse 13:16-18:

“A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome. Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis”.

Interessante que os caixas eletrônicos têm já hoje um dispositivo justamente para apoiar a mão direita e também há uma câmera exatamente na altura da testa. Nunca prestou atenção?
Faça sua pesquisa em sua próxima ida ao banco...
Interessante que alguns dos últimos modelos de notebooks já estão vindo com dispositivo para leitura da impressão digital ou da palma da mão no lado direito do teclado, e que também tem uma câmera exatamente em uma posição compatível com altura da testa.
Interessante também que os aparelhos celulares já têm o recurso de reconhecimento de impressão digital... e até mesmo de reconhecimento facial...
Bem, mas isso já é até coisa “velha”, pela velocidade que tudo muda, porque já está no ar há algum tempo. Mas o que é novo precisa emergir a partir do que é velho. Ou não?
A capa da conhecida e respeitada revista “The Economist” em sua edição de 9 de janeiro de 1988 trazia em sua capa uma chamada interessante: “Prepare-se para uma moeda mundial”...
A imagem de uma Fênix ilustrava a capa, e dava nome à nova moeda:


Sim, o nome da moeda era “Phoenix”, em inglês.
Mas o que há de interessante nisso? Para mim, o fato mais marcante é que eles marcavam uma data de maneira ostensiva como poucas vezes se viu. 
Ou melhor, um ano: 2018!
E também o fato de que a Fênix mitológica é uma imagem de Lúcifer... e a ave emerge das cinzas...
A foto apresenta a Fênix exatamente sobre cédulas de dinheiro em chamas, caminhando para se tornarem em cinzas. Não é verdade?
Bem, desde que fiquei sabendo desta matéria, já  há alguns anos, acompanho a evolução desta “profecia” da revista que, inclusive, em suas edições especiais recentes, tem procurado “profetizar” eventos mundiais, anualmente, além de incluir personalidades do mundo. 
Se não sabia veja que a capa de 2017 até mesmo usa figuras como de cartas para prever o futuro...


Essas "profecias" viraram febre, com sites e especialistas tentando “interpretar” as mensagens da revista. Se não sabia, faça sua pesquisa. Há sites, blogs e vídeos no YouTube.
Bem, voltando ao texto de Apocalipse, sabemos que por ser A Palavra de Deus, vai se cumprir em algum momento adiante de nós. Ou nem tão adiante mais assim... talvez, logo ali.
Para vermos se cumprir a profecia de que “ninguém poderá comprar ou vender nada sem a marca”, algumas coisas precisariam acontecer. Precisaríamos ter algumas coisas disponíveis:

Seria necessário haver equipamentos, softwares, e tantas outras soluções tecnológicas e ferramentas de integração. 
Já existem.

Seria necessário haver uma “morte do dinheiro” em papel moeda, o que já vem acontecendo há algum tempo e escrevi sobre isso aqui em dezembro do ano passado... morte do dinheiro que, aliás, sucede a morte do cheque! Lembra que já usamos talões de cheque um dia? Hoje quase não se usa mais... Se não acredita na “quase morte do dinheiro”, veja quanto dinheiro você tem em sua carteira agora e compare com o quanto costumava ter antes... Sim, as transações eletrônicas pela comodidade e segurança são hoje muito mais usadas que dinheiro em papel. Sem contar as transações pela internet, através dos computadores, tablets e recentemente pelos aplicativos de celular. 
Sim, já aconteceu... 

Seria necessário haver também, diversas soluções para a vida diária. Tais como os bilhetes eletrônicos de ônibus (eram de papel) com integração para metrô e trem aqui em São Paulo e outras capitais, o check in eletrônico para viagens aéreas em aplicativos no celular (eram de papel), os cartões eletrônicos de vale refeição (também eram de papel), meios de pagamento de pedágio estão crescendo rapidamente, os pontos eletrônicos nas empresas por crachás ou digitais, apenas para não falar da obviedade dos cartões de débito e crédito que comprovam que estamos já muito mais eletrônicos do que pensaríamos estar 30 anos atrás... 
Pense: acha que há uns 2 ou 3 anos, alguém imaginaria ser possível termos uma CNH digital, em um aplicativo de celular aqui no Brasil? Aliás, falando neles, os aplicativos, seria necessário que eles “digitalizassem” cada vez mais a vida, a tal ponto que quase tudo, senão tudo, estivesse em um equipamento pequeno, de mão, que fizesse parte da vida diária das pessoas, como os celulares fazem hoje. Porque, na essência, o celular é um chip!
Sim, que faz ligações, fotos, navega na internet, redes sociais, toca músicas conecta rádio e TV, e que também pode ser rastreado para que se saiba exatamente onde uma pessoa está...
Mas... é um chip! Ou não?
Sim, soluções diversas para a vida diária não faltam mais!

Seria necessário haver uma moeda mundial e digital. Sim, falta uma moeda global, ou melhor, uma moeda digital para o cumprimento pleno da profecia bíblica. Profecia bíblica que antecede em quase dois milênios a “profecia” secular, na capa da The Economist.
Profecia que, parece, está tendo seu cumprimento agora em nossos dias, apontando para uma possibilidade de sim, se cumprir exatamente neste ano profetizado de 2018!
Acredita?
Poucos dias atrás, no dia 30 de agosto deste ano de 2017 seis dos maiores bancos do mundo, Barclays, Credit Suisse, Canadian Imperial Bank of Commerce, HSBC, MUFG e State Street se reuniram para tratar desse tema. Uma moeda digital conversível localmente... Um sistema criado pelo banco UBS, suportada em “blockchain”, tecnologia em que se baseia o “bitcoin”.
Bem, você não precisa ser entendido profundamente em tecnologia para compreender que uma moeda global, que poderia agilizar transações globalmente a partir de um chip por pessoa está em curso no final do ano de 2017...
Com publicidade fácil, para quem sabe como procurar. Leia aqui, na matéria da Infomoney
Mas esta é apenas a “ponta do iceberg”, pois há muita coisa em curso.
Leia aqui que a empresa Ripple, sediada em São Francisco, está não apenas “negociando” com o Banco Central da China, como nesta matéria você ficará sabendo que já está em curso algo há um ano ou mais, envolvendo 90 dos maiores bancos do mundo. O Banco Chinês, aliás, já está trabalhando na busca por uma solução há mais tempo...
Todos parecem estar caminhando nesta direção e... rapidamente!
Aliás, escrevi um post sobre isso no ano passado em maio, logo após a reunião que atraiu estes executivos nos escritórios de Nasdaq. Fato noticiado pela Bloomberg...
Mas se você acompanha o Blog há mais tempo, sabe que venho acompanhando isso desde o início deste espaço, como aqui, em maio de 2011, quando além de tudo isso, também se falava que o fim do mundo seria em 2012...  E eu publiquei em maio que não seria...
Enfim... voltando...
Será que algo vai fazer o dinheiro do mundo se tornar em cinzas como na foto que ilustra a moeda Phoenix emergindo das cinzas?
Será que haverá este caos econômico como a ignição para uma nova moeda?
Será este caos consequência de uma guerra provocada pelo coreano?
Haverá um caos para que emerja uma “nova ordem mundial”, como tem sido anunciado desde 1776, e impresso nas notas de um dólar? Nunca viu ou prestou atenção?


Novus ordo seclorum: "Nova ordem dos séculos". Ou, talvez, "nova ordem mundial"...
Annuit coeptis: "Ele aprova ou tem aprovado nosso empreendimento". Quem é “ele?”

Voltando....
Será que em 2018 teremos mesmo uma moeda única digital mesmo que com outro nome?
Se isso acontecer, voltarei aqui para dizer que uma moeda única e digital não falta mais. Será?

Bem, amigos... não há como saber. Ainda...
A questão nem é essa. A essência deste post é compreendermos que cada dia mais, de maneira cada vez mais surpreendente, todos os ingredientes profetizados pelo Senhor em Sua Palavra, vão “emergindo” no mundo... Diante de nossos olhos, com a mais absoluta clareza...
Porque Ele reina e “anuncia o fim desde o princípio”... (Isaías 46:9-10)
Você não consegue ver?
Veja os sinais!
Deus abençoe...


Haroldo Maranhão